Comandante da Esquadra 301 - "Jaguares"

O Tenente-Coronel Piloto Aviador Nuno Monteiro da Silva nasceu no Porto no dia 16 de junho de 1977.

Ingressou na Academia da Força Aérea em 1996, tendo efetuado o Curso de Pilotagem na Base Aérea n.º 11, em Beja nas aeronaves Epsilon e Alpha-Jet.

Depois de ter frequentado o Curso Complementar de Pilotagem em Aviões de Combate na Base Aérea n.º 11, na aeronave Alpha-Jet, teve a primeira colocação como Piloto-Aviador em 2003, na Base Aérea n.º 11, na Esquadra 101 – “Roncos”, como instrutor de pilotagem básica, função que manteve até junho de 2006. Neste período participou no Projeto 12, no Lobito, em Angola, como instrutor de pilotagem no âmbito da Cooperação Técnico-Militar.

Em julho de 2006 efetuou o Initial Qualification Training em F-16 MLU na Esquadra Operational Conversion Unit, na Base Aérea de Kleine Brogel, na Bélgica.

Em abril de 2007 foi colocado na Esquadra 301, na Base Aérea nº 5 (BA5), em Monte Real, onde até setembro de 2010, desempenhou as funções de oficial de Uniformização e Avaliação, oficial de Guerra Eletrónica, oficial de Segurança de Voo da Esquadra e da Unidade. Entre novembro e dezembro de 2007 participou na Missão NATO de Policiamento Aéreo dos Bálticos, em Siauliai, na Lituánia. Entre 2008 e 2009, participou no Early Operational Assessment e no Operational Testing and Evaluation da OFP M5 do programa MLU. Entre 2008 e 2010, foi o representante operacional no desenvolvimento e testes do Advanced Threat Display, em Aarhus, na Dinamarca e em Tel Aviv, em Israel, no System Safety Group e Flight Safety Working Group em Hill Air Force Base, no Utah, EUA e no Flight Manual Review Conference, na Lockheed Martin, em Fort Worth, no Texas, EUA.

Participou entre 2009 e 2010 no programa de certificação do Airbus A330 Multi Role Transport Tanker. Foi adicionalmente Comandante do Destacamento e piloto para os testes de contramedidas eletrónicas no NATO Trial Embow em Volkel, na Holanda, em setembro de 2009.

Durante o ano letivo de 2010/2011 concluiu o Curso de Promoção a Oficial Superior no Instituto de Estudos Superiores Militares. No ano letivo 2011/2012, no mesmo instituto, concluiu o Curso de Estado-Maior Conjunto.

Entre julho de 2012 e setembro de 2013 regressou à BA5 onde desempenhou as funções de oficial de Segurança de Voo da Unidade e de chefe do Gabinete de Prevenção de Acidentes. Entre agosto e setembro de 2012, participou na Missão NATO de Policiamento Aéreo da Islândia, em Keflavic.

Entre setembro de 2013 e setembro de 2015, foi colocado na Esquadra 349, na Base Aérea de Kleine Brogel, na Bélgica no âmbito do programa de intercâmbio de pilotos de F-16 com aquele país. Nesta unidade aérea foi oficial de Planeamento Operacional e oficial de Tiro e Táticas.

Entre setembro e outubro de 2014 foi nomeado Diretor de Operações da Operação Guardian Falcon, em Kandahar, no Afeganistão, tendo realizado diversas missões em F-16 no âmbito da International Security and Assistance Force (ISAF). Em janeiro de 2015 foi o Comandante do Ferry Flight de aeronaves F-16 Belgas para a Operação Desert Falcon, na Jordânia.

Entre setembro de 2015 e setembro de 2016 desempenhou funções na BA5 como chefe do Gabinete de Prevenção de Acidentes e chefe do Centro de Operações Aéreas da unidade.

Entre agosto e setembro de 2016, foi o oficial de Operações da Missão NATO de Policiamento Aéreo dos Bálticos, em Siauliai, na Lituánia.

Entre setembro de 2016 e junho de 2017 foi professor no Instituto Universitário Militar, em Lisboa, na Área de Ensino das Operações, lecionando aos Curso de Estado-Maior Conjunto e Curso de Promoção a Oficial Superior as matérias de Comando e Controlo, Níveis das Operações, Operações Conjuntas e Combinadas e Targeting. Neste âmbito, entre setembro e outubro de 2016 foi professor na Escola Superior de Guerra, em Luanda, Angola, lecionando aos Curso Superior de Comando e Direção e ao Curso de Comando e Estado-Maior.

Entre março e abril de 2017 participou no exercício Coalition na École d’Guerre em Paris.

Em junho de 2017 foi colocado na Esquadra 301 – “Jaguares” onde exerce as funções de Comandante de Esquadra.

Entre outubro e novembro de 2017 desempenhou funções como Chefe de Operações da Missão NATO Assurance Measures.

No âmbito da sua formação académica e profissional, é de realçar o Curso de Formação Pedagógica de Formadores, Curso de Segurança de Voo, Curso de Guerra Eletrónica, Curso de Cooperação Civil Militar, Curso de Operações Psicológicas e o Curso de Planeamento de Operações de Ciberdefesa.

No ano letivo de 2016/2017 iniciou o doutoramento em Relações Internacionais, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

O Tenente-Coronel Piloto Aviador Nuno Monteiro da Silva tem a qualificação de Comandante de Esquadrilha em voo e acumula mais de 1500 horas de voo em aviões de combate das quais 15 em Combat Sorties no Afeganistão, num total de 2500 horas, nas aeronaves Cessna 152, DH Chipmunk, Epsilon TB-30, Zlin 142c, Alpha-Jet e F-16 MLU. Possui diversos louvores e condecorações.

O Tenente-Coronel Nuno Monteiro da Silva é casado e tem duas filhas.

  COPYRIGHT © 2019 FAP - DCSI - WEBTEAM